31.12.08

Feliz Ano 2009

29.12.08

Cartas...

Gosto que lancem as cartas todas na mesa.
Gosto de tudo preto no branco.
Gosto de certezas e fujo das incertezas. (O típico - e perdoem-me os mais sensíveis - ou fodes ou sais de cima)
Não tenho medo de desafios e prefiro enfrentá-los.

Neste momento tenho como certo algo incerto em mim. O meu sexto sentido nunca me falhou. Sei que algo está errado, algo não bate certo, não corre bem. Só me falta que mo digam na cara.
Algo está para me chegar. E vai chegar. Se precisarem de coragem sou a primeira a dá-la. Mas que chegue rápido que não tenho estômago para este mau estar interior, esta torção do pâncreas. E sei que não sou eu.

E é bom que quem tiver algo a dizer se resolva rápido que não me apetece entrar no ano novo assim, com um feeling (ou whatever that means)...

28.12.08

Não me preocupo com as calorias entre o Natal e o Ano Novo

Sim, porque lidar com as sobras de: semi-frio de morango, semi-frio de chocolate e avelãs, mousse de chocolate, gelatina de morango, baba de camelo, bolo de amêndoa, bolo pudim, laços, bolo rei, sonhos.... não é fácil...

Preocupo-me (depois) é com as calorias do Ano Novo ao Natal....

25.12.08

Querido Pai Natal:

Shame on You:
Não sei o que é que andaste a fazer o ano inteiro, que nem me conseguiste trazer isto:
Nem isto:E muito menos isto:
E as únicas gravatas a aparecer cá em casa nem sequer eram o único traje a acompanhar essas personagens (como te tinha pedido). Foram todas oferecidas ao meu pai.

Não percebo... Realmente há empregos muita bons... Compreendo que o fluxo de trabalho nesta época seja crescente, mas tiveste um ano inteiro para os preparativos!
Se para o ano não trabalhares afincadamente para me proporcionares as prendinhas que te pedi, vamos ter chatisses. Vamos, vamos. Ainda vou denegrir a tua imagem. Pior! Vou escrever uma cartinha à CocaCola referindo o teu trabalho desleixado com os demais crentes da tua personagem para ver se te cortam no salário. Isto assim não pode continuar!

A compensação do serviço não prestado ficará ao critério de V. Exª, pelo que fico desde já a aguardar o respectivo serviço.

Com os meus melhores Cumprimentos

Quase Eu

22.12.08

Devia ser considerada uma Lei da Física


"A verdade vem sempre ao de cima!"

Bacoradas # 11

PP: Como é que se diz? Cunhada?
IO: O quê?
PP: Tipo o irmão dela coisou com outra...
(se não for cunhada é a amante, querida)

LS: Doía-me para caraças, mas nem Senti!
(Já deve ser muito Voltaren a correr nessas veias...)

Um aluno numa aula de INGLÊS
- Professora como é que se diz internet em inglês?
(pensa lá bem na origem da palavra...)

Não é uma bacorada, mas sim uma saída muito (in)feliz de um colega:

Durante um tratamento, o miúdo diz: Epah, dói-me...
O massagista responde: Olha, sabes o que é que me dói? Olhar para a tua cara!!!

20.12.08

Happy Christmas




Com a casa toda enfeitadinha, lareira acesa e um odor a chá quentinho só preciso mesmo é de tempo para passar em casa... E enraizar o espírito natalício!!!

18.12.08

Mamma mia

Parece que o meu amigão voltou da Eslováquia, do seu Erasmus. Parece que vai ficar cá o Natal e o Ano Novo. Parece que vamos ter tempo para tomar café durante horas.

Realmente um amigo é tudo. Já tenho saudades de perder horas a tomar café, a falar e desabafar com ele, falar com a alma, com confiança, sem ter que pensar duas vezes no que vou dizer. Esperar sempre uma palavra amiga, de concordância ou de crítica mas sempre sem repreensão e sempre com um bom conselho atrás.
Falar no que se pensa, falar no que se sente, falar no que se quer e no que não se quer, falar porque sim! Porque não há melhor companhia que tu!
Adoro-te amigo!

16.12.08

Em tom de desespero...

Existirá alguma mezinha verdadeiramente eficaz a PREVENIR constipações, amigdalites, faringites entre outras que ainda posso apanhar??
É que é já a terceira vez este outono que quase me apanho na cama. Para ter uma ideia do desespero: sábado acabei de tomar antibiótico mas não satisfeita, desde segunda que estou com amigdalite.

Mezinhas, chás, actimel´s, pós de per-lim-pim-pim ou outros... Algum é verdadeiramente eficaz????? É que o Inverno ainda não chegou, mas pelo andar da carruagem sou capaz de apanhar mais umas quantas para colecção, ou, quiçá, para bater algum tipo de record que ainda não sei que existe.

Ass: quase Eu realmente muito desesperada.

14.12.08

Letras que encaixam neste momento # 7

"Me and Mrs. Jones
We got a thing going on
We both know that it's wrong,
But it's much too strong to let it go now.

We meet every day at the same cafe
Six-thirty and no one knows she'll be there
Holding hands, making all kinds of plans
While the juke box plays our favorite songs"

(Me and Mrs Jones, Michael Bublé)

I´m sooo in Love...

...that (for now on) I´m my worse enemy!

11.12.08

Que seja um bom augúrio!

Hoje calhou-me o Cristiano Ronaldo no Chocapic!
Espero que seja bom augúrio.. É que já lá vai o tempo de que a aranha pequenina era sinal de dinheiro e a formiga-de-asas era sinal de calor... Os tempos são outros companheiros, estamos na altura de inovar. E parecia-me bem que o CR fosse sinal de qualquer-coisa-que-não-me-fizesse-querer-ir-cortar-os-pulsos.
(podia ter sido outro jogador qualquer, mas já que foi este que me calhou...)

8.12.08

Sempre ouvi dizer

Falem. Mal ou bem mas falem.
É sinal que a minha existência vos faz comichão. Tanto que a vossa inveja faz a minha fama.

6.12.08

X-tmas Desire

Cuido que há alturas em que levo cada tiro que mais parecem três...


Ou sou eu que levo as coisas levianamente ou demasiadamente a sério. Não consigo dosear bem a coisa.

Lá ando eu a cair no melodramático again... Tsss tssss... Shame on me.

3.12.08

Este país... ainda vai ser um país do Caralho!

Simplesmente genial... Quando li pela primeira vez fiquei chocada. Primeiro pela quantidade de asneirada que li, depois porque, de facto, tudo bate certinho... Uma leitura divinal, ou não. Mas minimamente (in)decente para deixar qualquer um cativado.

"O nível de stress de uma pessoa é inversamente proporcional à quantidade de "foda-se!" que ela diz. Existe algo mais libertário do que o conceito do "foda-se!"? (...) Reorganiza as coisas. Liberta-me.
"Não quer sair comigo?! - então, foda-se!" (...)
O direito ao "foda-se!" deveria estar assegurado na Constituição.

Os palavrões não nasceram por acaso. São recursos extremamente válidos e criativos para dotar o nosso vocabulário de expressões que traduzem com a maior fidelidade os nossos mais fortes e genuínos sentimentos. É o povo a fazer a sua língua. Como o Latim Vulgar, será esse Português Vulgar que vingará plenamente um dia.

"Comó caralho", por exemplo. Que expressão traduz melhor a ideia de muita quantidade que "comó caralho"? "Comó caralho" tende para o infinito, é quase uma expressão matemática.
A Via Láctea tem estrelas comó caralho! O Sol está quente comó caralho!

No género do "comó caralho", mas expressando a mais absoluta negação, está o famoso "nem que te fodas!". Nem o "Não, não e não!" e tão pouco o nada eficaz e já sem nenhuma credibilidade "Não, nem pensar!" o substituem. O "nem que te fodas!" liquida o assunto. (...)
Aquele filho pintelho de 17 anos atormenta-te pedindo o carro? Solta logo um definitivo: "Huguinho, presta atenção, filho querido, nem que te fodas!". (...)

Há outros palavrões igualmente clássicos. Pense na sonoridade de um "Puta que pariu!", ou o seu correlativo "Pu-ta-que-o-pa-riu!", falado assim, cadenciadamente, sílaba por sílaba.

E o que dizer do nosso famoso "vai levar no cu!"? E a sua maravilhosa e reforçadora derivação "vai levar no olho do cu!"? Já imaginaste o bem que alguém faz a si próprio e aos seus quando, passado o limite do suportável, se dirige ao canalha de seu interlocutor e solta: "Chega! Vai levar no olho do cu!"? (...)

E seria tremendamente injusto não registar aqui a expressão de maior poder de definição do Português Vulgar: "Fodeu-se!". E a sua derivação, mais avassaladora ainda: "Já se fodeu!".
Conheces definição mais exacta, pungente e arrasadora para uma situação que atingiu o grau máximo imaginável de ameaçadora complicação? (...) Algo assim como quando estás a sem documentos do carro e ouves uma sirene de polícia atrás de ti a mandar-te parar. O que dizes? "Já me fodi!"

Ou quando te apercebes que és de um país em que quase nada funciona, o desemprego não baixa, os impostos são altos, a saúde, a educação e … a justiça são de baixa qualidade, os empresários são de pouca qualidade e procuram o lucro fácil e em pouco tempo, as reformas têm que baixar, o tempo para a desejada reforma tem que aumentar … tu pensas “Já me fodi!”

Este país … ainda vai ser “um país do caralho!”
Atente no que lhe digo!"

Millôr Fernandes (adaptado)

1.12.08

Quando se vê um jogo do Benfica cá em casa:


"Carago pá. Não sabem fazer passes como deve ser! Outra vez, pá. Já me estou a passar. Porra. Ai, hummpff.... Outra vez! Isto é que tá aqui uma coisa, ein? Porra pá. Epah, cambada de coxos a jogar! Mais um passe de merda. És sempre o mesmo, carago! Porra! Carago, pá! Ai mãe. Outra vez? Outra vez? Hás-de me dizer onde é que aprendeste a chutar uma bola, ó coxo." .....


and so on, and so on...

Letras que encaixam neste momento # 6

"(...) hold your breath because tonight will be the night
that I will fall for you over again.
Don't make me change my mind
or I won't live to see another day,
I swear it's true (...)
You're impossible to find (...)"

(Secondhand Serenade, Fall for you)

29.11.08

Época Natalíca

Já não é o que era.
Este ano, vieram-me com a história: "Pensa lá bem no que é que queres para o Natal, que não estou para te dar o que não gostas."
Vá, até certo ponto justifica-se, os tempos são de crise e oferecer algo inútil ou sem jeito não é bonito. Desperdício. É preferível receber o que se precisa do que o que se quer, quando os dois não coincidem, claro.
But... on the other hand, onde é que fica aquele efeito surpresa, aquele espírito de oferecer algo simples, sentido e que é a cara daquela pessoa?? Onde é que fica a piada de observar a cara de quem desembrulha a prenda, à espera de um sorriso ou esgar de surpresa?

Confesso que este ano nem eu sei o que é que preciso. Acho o dinheiro gasto em telemóveis um desperdício, por isso (mesmo recebendo sms curtas 15 min depois) ainda vais ter que durar mais uns tempos, ein? Talvez um perfume, que os meus tão bem no fim, já. Livros tenho uns quantos em lista de espera que o tempo é pouco. [num sei, num sei, num sei]
Outra conversa é o que eu quero, Vou já avisando que até pode vir sem laço... Ele que traga uma gravatinha só, pode???

28.11.08

Porra.....

Tenho aqui uma asneirona entalada nas guelas que se alguma vez chegar a sair rebenta com qualquer um...

Só por dizer que estou com uma azia do crlho

25.11.08

Conversas inocentes

Hoje durante o dia, uma colega minha estava a fazer tratamento a uma menina, de 13 anos com paralesia cerebral. Esta viu-me a bocejar e diz:

S - Isso é tudo sono?
Eu - É pois...
S - Não dormiste bem de noite?
Eu - Dormi pouco bem...
S - Tens filhos pequeninos?
Eu- Ahahah, não, não tenho.
S - Então porque é que dormiste pouco bem?
Eu - Podia ter dormido mais...
S - Então não tens desculpa.

22.11.08

Letras que encaixam neste momento # 5


"I know I don´t know you, but I want you so bad
everyone has a secret,
but can they keep it? Oh, no they cant."


(Secret, Marron 5)

Feel


A vida já nos rouba Sensações que chegue...

A vida são dois dias:

O dia de Hoje e o dia de Amanhã...

Hoje vai-se vivendo com calma, mas como não sei o que vem amanhã, é melhor aproveitar para fazer já tudo hoje... É que a vida são dois dias e o Carnaval são três...

19.11.08

Parte de uma equipa... Com Orgulho!!!

"Quando
os gansos
selvagens voam
em formação em V
eles fazem-no a uma
velocidade de 70% maior
do que se estivessem voando
sozinhos. É que à medida que cada
pássaro bate as suas asas, é criada uma
"sustentação" para o pássaro que o segue.
Quando o ganso que está no vértice do V fica
cansado, ele ou ela passa para trás da formação
e outro ganso voa para a posição de ponta. Durante
o voo, os gansos da retaguarda grasnam para encorajar
aqueles que vão à frente a manterem as suas velocidades. Os
gansos acompanham os mais fracos. Quando um deles fica doente
ou é ferido ou é abatido, no mínimo outro ganso sai da formação e
segue-o na descida, para ajudá-lo e protegê-lo. Ele permanece na sua
companhia até que ele possa voar novamente ou morra. Ele vai então em busca de outra formação ou integra-se ao próprio grupo. Sendo parte de uma equipa, nós também podemos utilizar adequadamente os recursos disponíveis para que o fruto do nosso trabalho ganhe em qualidade. Se tivermos senso de comunidade como os gansos, saberemos revezar-nos na execução das tarefas difíceis compartilhando uma direcção comum. Da próxima vez, ao ver uma formação de gansos voando, lembre-se que é uma recompensa, um desafio e um privilégio fazer parte de uma equipa."

17.11.08

Castanhas quentes e bouas

Não fossem os problemas gastrointestinais associados à "toma" da castanha e era mesmo nisso em que me enfrascava esta noite.. Em vez disso olha... a garrafa de Jerupiga já tá no fim...

16.11.08

Enlouquecendo


Junta-se o instinto, o desejo, o turbilhão de sentimentos e visões nubladas (quase ansiando que se concretizem). Aparecem imagens na minha cabeça... imagens enevoadas de corpos, suor, pele arrepiada, uma mão a passar pelos meus cabelos e um arquear de costas....
e pufas... não se faz (não se pode fazer ainda) o Chocapic (passo a publicidade)...
Só quero encontrar uma explicação nisto: deve ser porque o Pai Natal está a guardar do melhor para mim...

Anda lá, Pai Natal, sê um querido e aquilo que não ofereceres à Kath (ela pareceu-me um pouco exigente...) manda aqui para a je que eu não me importo nada, tá?

É que fico fodida


Quando me cortam as vazas... Irra!

Afinal sempre é verdade

Aquela coisa de os polícias perdoarem as raparigas por pequenas infracções do código da estrada... Não sei se por ser rapariga, não sei se por estar em cima de 10 cm de felicidade, não sei se porque apenas não lhe apeteceu pegar no bloco das infracções. Mas ainda bem que me poupou ...

Ora hoje não parei num STOP, estava com pressa e, depois de simplesmente abrandar, segui como se nada fosse e cortei para um estacionamento. Quando saí do carro, reparei num GNR que atravessava a estrada.
E eu olhei-o: um rapaz novo que, apesar da farda um pouco ridícula era muito bem parecido. Apesar do ar de quem toda a gente lhe deve e ninguém lhe paga, estava "sexy". Nem me lembrei do STOP. Ele dirigia-se a mim. Fez-me sinal. A certa altura cheguei a pensar que era o meu dia de sorte (é mesmo triste como é que esta aproximação de um rapaz bem parecido me fez esquecer que não parei no STOP!).
E eu nem vou postar aqui o modo seco e sem graça que ele usou para me dizer que "abrandar é diferente de imobilizar totalmente o veículo"... As minhas pernas tremiam que nem varas verdes em cima dos meus 10 cm de felicidade só de imaginar a multa que teria de pagar. Mas o monólogo (sim porque acho que um diálogo supõe mais do que uns sons emitidos por mim) acabou com um "Vamos a ver se isto não se repete. Passe muito bem"
Depois disto, o modo seco do GNR a jeito de repreensão tornou-se uma ordem para a vida de como os STOP´s deixaram de ser só mais uma regra que se devia quebrar.

14.11.08

Momento ZEN

Recebi uma encomenda no trabalho e passei 15 min a rebentar as bolhinhas do plástico envolvente... Quase que me sinto outra...

12.11.08

Odeio cebola

E o bacalhau com natas que a minha mãe faz tem tanto de bom, como de custoso a comer...

(sim, tiro a cebola todinha!)
Parece que a nossa nova freguesa cá de casa jaz na cova de um dente da pitbull do vizinho...

9.11.08

Geração XXI

Sabem usar um computador, têm MP3 e iPod´s, fazem downloads sem parar e conseguem descortinar coisas que eu levei certamente mais tempo a fazer (usam blog´s, sacam filmes e legendas e músicas e vídeos e convertem tudo isso no formato que querem)...

Mas sabem eles decidir as suas coisas importante pelo Pim-pu-ne-ta? Sabem jogar ao Mamã-dá-licença? Sabem o que é a Macaca? Saltar à corda? Jogar à bola, vá... Não sei não...

8.11.08

Saudades...

Já sentia falta do CLIP, da noitada, da loucura, das cusquices, de todos vocês!
Saudades...

- De ir à faculdade apresentar um trabalho para três professoras que não me olharam durante os 20 minutos, receber um beijo lambuzado da coordenadora de curso, tentar reprimir um "WTF??!!" e tentar decidir se "Para ti está bem 18?".
- Pôr as cusquices em dia com a C., a L e a P (o resto do CLIP) no bar-das-cadeiras-cor-de-laranja.
- De seguida ir ao cinema do Vasco da Gama ver um filme (007) e assistir uma guerra pública quase no final do filme porque os pés do Sr-X estavam na cadeira da Sra. da frente.
- Decidir ir jantar ao um restaurante Japonês/chinês e percorrer 4 Km em 1h20minutos!!!! O suficiente para entreter o pessoal dos carros ao lado com a nossa afinada cantoria de "I´m yours" ou "come on, come on, and tell me why you´re staring...", trocar olhares estranhos com quem nos apetecesse, e números de tlm com o rapazinho do TT (nem sabes o que perdes, pah!).
- Ir para o Number Two, atrasadas para variar, arranjar lugarzinho mesmo à frente do bar e pôr a conversa em dia aos berros, por causa da música.
- Discutir as 5 magníficas horas de "acção" da P. (supostas, eu não sei, apanhei a conversa a meio!!!) entre Ponchas e tremoços, e tentar descortinar se afinal serão mesmo 5 horas, ou minutos, ou coiso...
- Dançar, dançar, dançar até doerem os pés e até as pestanas ficarem mesmo muito pesadas...
- Chegar a casa da Kath, formar o nosso ninho de amor! e sentir saudades já antes de sair de tua casa!!!

Casal Garcia - Despe e Siga

7.11.08

AMANHÃ! (ou daqui a umas horas, vá...)

Não que amanhã seja um dia especial... mas OH BOY....
Apresentação de investigação, acabar a licenciatura (já não era sem tempo)... not a big deal... mas Oh boy!!!!
Quero muito ver o CLIP reunido outra vez... quero muito ver os restantes coleguinhas de turma. Quero ir jantar convosco, ir ao Number 2, às ponchas, ás loucuras de ruas, pôr as cusquices em dia, como antes... viver demais numa noite ... quero quero...
´Cause I´m feeling like this for too long

4.11.08

Frase do dia

"Oh Inês, vira-te lá pro outro lado que tenho um maroto para consertar."

(By RR, 15 anos, Juvenis, durante o tratamento ao tensor da fáscia lata e costureiro)

Olha o que me foram dizer!

Diz que tive de ir fazer umas análises para a medicina do trabalho. Diz que tive de colocar líquidos meus num frasquinho. Diz que já chegaram os resultados. E olha o que me foram dizer!
Então esta menina tem o colesterol alto (lá se vão as queixadas da mãe Bela) e... a glicémia baixa! Ora então, para o bem da minha saúdinha, posso muito bem comer disto
e melhor que comer isto é comer sem sentir (tantos) remorsos! Não vá eu acabar por desfalecer num local onde não possa ser socorrida, não é...

(Epah, sinto mesmo a falta dos brigadeiros da minha Aida! Não há como os teus, gaiata!!!)

3.11.08

Letras que encaixam neste momento # 4


"I'll show you mine if you show me yours first,
Let's compare scars, I'll tell you whose is worse
Let's unwrite these pages and replace them with our own words
(...)
So let's pack our bags and settle down where palm trees grow"

(Swing life away, Rise Against)

Bacoradas # 10

Eu, já embaraçada... "Vamos mudar de tema de assunto, por favor"

Eu: Não consigo telefonar
Ele: Não atende?
Eu: Acho que não tenho rede...
Ele: Então olha... só dá para lhe ligar com sinais de fumo!

Mas agora sim, seguidamente segue o best off dos meus coleguinhas de trabalho.. Um caso a discutir é se sou eu que denoto algum pleonasmo persistente nas conversas deles ou se eles têm medo k os outros sejam mesmo muito burros... Sou mesmo feliz onde trabalho!!!

HL: "eu gostaria de ver se um dos ferros do material de osteosíntese se dirige com direcção ao ilíaco..."

HL: "Tive cá a horas. Um bocado atrasado, mas a horas!"

HL: "Nada não falha!"

HL: Não me deste as agulhas.
AS: Pois foi. Esqueci-me mas lembrei-me.
(Sempre útil, lembrar que se esqueceu depois de se ter esquecido.)

LF: Deve ter sido erro de engano.. (err.. quem é que erra por querer?)

1.11.08

Relax..


A Vida já é dura o suficiente

Halloween

Saí do trabalho. Peguei no carro. Coloquei uma musiquinha e fui dar uma volta. Apenas eu e o meu D. Pedro.

Volteei vezes sem conta e tentei ocupar a cabeça. Sim, que hoje me dei conta de que ela está vazia. Deixo arrastar as coisas com a desculpa da ocasião, não tomo decisões ou recordo momentos. Quanto às emoções estas ficam com o coração que me obriga a vivê-las.

Estacionei e obriguei-me a pensar. Não "na Vida" mas num propósito qualquer, simplesmente pensar e exigir-me a ocupar a mente nem que fosse com o mais escusado dos pensamentos.

Ouvi mas não escutei a música que passava na rádio no momento. Olhei para o horizonte mas não vi o que me rodeava. Não tomei decisões, não recordei momentos.

Mas de uma coisa estou certa: elas andam aí… Ah Bruxas do crlh que me andam a arrendar a caixa craniana! Isto não é uma daquelas abóboras escavacadas com velinhas por dentro, ok?!

30.10.08

Have fun

A Vida já é madrasta o suficiente...

27.10.08

Sinto-me novamente


Enebriada pelas sensações que borbulham dentro de mim...
quando estás perto e sinto a tua respiração,
quando os teus lábios estão demasiado perto mas mal me tocam,
quando passas as mãos pelo meu pescoço e me puxas o cabelo,
quando fecho os olhos e te sinto,
quando és simplesmente tu
e porque estamos "juntos" de modo tão simples...

25.10.08

SÓ UMA GAJA SABE O QUE É....

Passar a vida inteira a lutar contra o próprio cabelo.
Comprar uma blusa que não combina com nada, mas que pelo preço estava irresistível!
Ter uma bolsa que parece a necessaire da avó do 007, pela quantidade de coisas acumuladas dentro dela.
Fingir naturalidade durante um exame ginecológico.
Ter crises. Conjugais, existenciais, de identidade, de nervos...
Ser mãe solteira, mãe casada, mãe separada e... mãe do marido.
Comer uma caixa inteira de bombons porque teve uma briga com o noivo, passar mal, e sentir-se destruída porque saiu da dieta.
Depilar as pernas a cada 15 dias, com cera!
Sentir-se pronta para conquistar o mundo só porque está a usar uma peça de roupa ou sapatos ou mala ou um batom novo.
Sentir-se realmente infeliz, porque não tem uma roupa linda para sair (embora tenha o armário repleto!).
Descobrir que a sua relação e o mundo acabaram... e depois descobrir que não era mais do que a síndrome pré-menstrual.
Dizer não, para que ele insista bastante, e depois...!
Ser santa, filósofa, mestra, médica, psicóloga, redentora, administradora, cozinheira, organizadora, juíza... e etc...!, antes de começar a pensar nela mesma.
Chorar quando está extasiada de felicidade e... rir quando tem muita fúria...

Só a mulher é que sabe...

24.10.08

Verídico

Verídico! Assisti à conversa seguinte, entre dois peregrinos brasileiros e uma logista:

Ela: Oi. Você mi empresta um pouquinhô di Durex?
Ele: Maê, não é Durex não. Cá Durex é camisinha...
Logista: Ah, o que você quer é Tesa! Isso cá é fita-cola...

Só me fez lembrar o anúncio do Scolari "timbolim é matraquilho...". E torci o pâncreas para não esboçar qualquer tipo de reacção.

22.10.08

Instinto, instinto...


O Desejo é um instinto, não uma vontade racional

21.10.08

Limites?!

O Limite é o céu

19.10.08

Hoje, alguém me disse


" Eu sei aquilo que valho

e sei que as pessoas mais importantes para mim sabem o que valho...
logo, tudo o resto é plateia..."


Foi uma mensagem que me ficou. Forte mas muito bem conseguida! Decorei-a no instante em que me foi dita. Beijo meu para ti =)

16.10.08

Porque é que todas as minhas decisões importantes deixaram de ser feitas com um 'pim-pu-ne-ta', tal como quando era pequena?

Sinto a falta desse tempo... Era tudo mais fácil

13.10.08

Preguiça # 3

O meu quarto não está assim, mas se a imagem tivesse uma colcha azul e uns tapetes cremes já era tal e qual!

A Preguiça é a mãe de todos os vícios.
Mas uma mãe é uma mãe... É preciso respeitá-la, pronto!!!

E mais um sobre o Domingo

Porque se está a tornar um hábito um post com o título "O meu Domingo até às xx:xx horas"... mas desta vez falarei sobre o Domingo das 00:00 às 00:00. É que este começou mal mas acabou... nem sei bem se em beleza, se com vontade de cortar os pulsos... sei lá como descrever...
Vejamos...

Sábado à noite, cafézinho com um amigo, coisa simples, mas bom serão. Entro ao serviço no quartel pouco antes da meia noite.. Portanto, inicio o Domingo em serviço.
Pouco depois da meia noite saio para um serviço. Uma paragem cardio-respiratória. VMER no local, reanimação não sucedida, declaração de óbito. Uma hora à espera da GNR. Deitei-me às 4 da matina... 7:25 toca o despertador...

Às 8:00 já ia em viagem, dentro de um mini-autocarro, com os meus menino direito à Figueira da Foz... Vontade de dormir: muita... Vontade de mandar calar o homem-que-foi-ao-meu-lado-e-que-falava-pelos-cotovelos: imensa...
Mais um jogo renhido, um jogo daqueles em que as mães-revoltadas-dos-jogadores-adversários gritavam cada asneirada que deixava qualquer ouvido bêbedo de obscenidades... Mas saímos com um empate.
Almoçámos numa tasca. Misturada no meio dos miúdo ri-me silenciosamente com as suas conversas inocentes... Mas ri-me muito mais no autocarro à vinda..
Eles era anedotas, eles era gozar com o sotaque do Meira, eles era acordar o Mister, eles era tudo e mais alguma coisa para me fazerem rir e me tirarem a vontade de colar a minha cara ao vidro do autocarro e dormir que nem um bebé....

Chegada ao estádio ainda fui fazer tratamento a dois miudos...

A cama não tardava pela demora mas bem chagadas as 20 aí fui eu de cabeça... e acabei por receber uma declaração (não de amor, mas de interesse, de "carinho especial" vinda de um trintão!).. uma declaração bonita, daquelas que só ouvi quando eu era mais pequena.. daquelas que nesta altura já nem sei se faz sentido ouvir, por tão simples e sincera que foi.......

11.10.08

Conversas com a minha irmã (16 anos) # 2

Ela: Amanhã pago-vos o jantar
Eu: Quê?
Mãe: Quê?
Ela: Pago-vos o jantar amanhã! (olhar muito sério)
Eu: Tás a falar a sério?
Ela: Não...
Eu: Pah, com essas coisas não se brinca!!!

9.10.08

Letras que encaixam neste momento # 3


"This time, I wonder what it feel's like to find the one in this life
The one we all dream of, but dreams just aren't enough
So I'll be waiting for the real thing
I'll know it by the feeling
The moment when we're meeting
Will play out like a scene, straight off the silver screen
So I'll be holding my breath, right up to the end,
Until that moment when, I find the one (...)

Tonight, out on the street out in the moonlight
And damnit this feels to right
It's just like déjà vu me standing here with you"

8.10.08

O meu diazinho de (m****) hoje

Hoje um dos meu meninos (14 anos no máximo) virou-se para mim, ficou com cara séria, e depois de me fixar olhos nos olhos disse muito calmamente:

"Inês, fofinha, queres que me porte como um homem? Eu porto-me como um homem, só para ti."

E eu, depois de ouvir tudo isto, mantendo sempre o contacto ocular, respirei fundo e...
tive de lhe ralhar por se ter referido a mim empregando uma palavra "carinhosa" e depois...
tive de me rir... rir muito, rir de apertar a barriga com dores de tanto rir...

Até me esqueci do episódio de hoje à tarde.. Triste episódio.
Hipoterapia. Um Fisioterapeuta de cada lado do cavalo e o animal filho-da-"cavala"-de-características-rameiras lá se lembrou de se virar... para o meu lado... mas não bastando, ainda tinha de se pôr em cima de mim... Senti simplesmente 500 Kgs em cima do meu dedo grande do pé esquerdo. Agora tenho dois dedos no sitio de um...
Posso dizer que já levei com um cavalo em cima... E não me sinto feliz...

Bacoradas # 9

Num restaurante, a mulher-da-mesa-do-lado-com-voz-extremamente-esganiçada:
"Ai, no hospital não dá porque temos de fazer a tiragem primeiro"
(isto porque 1º vamos à triagem mas só quando nos dão as tiras às cores é que se trata, efectivamente, da tiragem)

Um colega de trabalho a falar com um senhor que demonstrava material de posicionamento/ortopédico
HL: "depois nós dialogamos os 2 em conjunto"
(porque se já forem 3 já não é dialogar e também já não é em conjunto)

Eu: "Olha, hoje temos sessão de Snoezelen"
Ll: "Já me estava a esquecer um bocadinho"
(só um bocadinho, porque se se esquecesse dois bocadinhos ainda ia, mas se se esquecesse três bocadinhos já não se lembrava mesmo)

6.10.08

Não me façam isto...

E pronto, lá começaram novamente os comerciais aliciantes que quase obrigam o pessoal a comprar os produtos pelas caras larocas que os anunciam... Seria para mim quase inevitável comprar estes perfumes (não usando claramente perfume masculino), mas só pelo conteúdo do anúncio...
Só porque sim, porque me tira do sério... Só porque são bons pedaços de pecado...
(já disse que ando numa de pecado???)





É que me dão cá uns calores....

4.10.08

Luxúria # 2

Quem disse que umas comprinhas não fazem superar a fase depré???
Tal como a doutina católica a define "o apego aos prazeres carnais, corrupção de costumes; sexualidade extrema, lascívia e sensualidade", que melhor que uma bela luxúria(zinha) para nos levantar a moral e nos fazer sentir... diferentes?

1.10.08

Gula # 1

Apareceram-me uns bicinhos miseráveis que andam a fazer estragos dentro do meu roupeiro.
Diz que se chamam calorias...
Parem lá de apertar a minha roupita, tah?
Come out, come out, wherever you are!!!!

30.9.08

Porque o saber não ocupa lugar

Bem... Falar do que é importante: Falar. Falar bem. E falar à Portuguesa!
E porque se deve falar bem (ou à portuguesa), devemos estar atentos a tudo o que vai ser exposto de seguida porque nos pode fazer falta. Aliás, faz falta. Pelo menos para perceber algumas pessoas...
Quem sabe se o acordo ortográfico não vai ainda incluir o seguinte?

Alevantar ou Amandar ou ainda Assentar - actos de levantar, mandar ou sentar com muita convicção.
Destrocar - trocar várias vezes uma nota até ficarmos com a mesma.
Disvorciada - mulher que se diz que se vai divorciar.
É assim... - a maior evolução da língua portuguesa porque é um termo que não quer dizer nada e não serve para nada mas é colocado no início de qualquer frase.
Êros - moeda alternativa ao Euro, adoptada por alguns portugueses.
Há-des - Verbo 'haver' conjugado de modo a invocar um deus grego do submundo.
Nha - forma mais prática de dizer MINHA. Para quê perder tempo? 'Nha Mãe' é uma poupança extraordinária.
Númaro - também tem a vertente 'númbaro'.
Pitaxio - aperitivo da classe do 'mindoím'.
Prontus - usar o mais possível. É só dar vontade e podemos sempre soltar um 'prontus'!
Prutugal - país ao lado da Espanha (mas não é a Francia).
Tipo - tal como o 'É assim', faz parte das grandes evoluções da língua portuguesa. Também sem querer dizer nada, e não servindo para nada, pode ser usado quando se quiser, porque nunca está errado, nem certo. É assim... tipo, tás a ver?

28.9.08

O meu Domingo até as 14:30

Não que eu me queixe que um qualquer dia da semana seja monótono! Se pensar que um dia de semana para mim é casa-trabalho1-casa-trabalho2-casa intervalando com umas idas aos bombeiros para beber café ou pôr a conversa em dia...
Mas sinceramente são os Domingos que me presenteiam peripécias (boas ou más) que chegam para dar e vender! São os domingos que me dão acção e muita adrenalina a pulsar nas veias. Senão vejamos:

Bem dito pedaço de mau caminho com quem tive um encontro imediato de 3º grau assim que saí de casa e que me alegrou a manhã (3º grau mas não me importava nada que tivesse sido de 1º grau, que o gajo era bom de morrer!)
Maldito jogo (C.D.Fátima - Académico de Coimbra)!
Malditos nervos e malditos sacanas da Académica que só roubavam tempo e cometiam faltas.
Maldita arbitragem que estava a favor deles (cuido eu porque não cheguei a ver trocas efectivas de substâncias monetárias!)... Mas cheirou-me...
Maldito filho-daquela-senhora-de-características-rameiras que a 2 minutos do final do jogo fez uma entrada ao nosso extremo esquerdo que o deixou fora do jogo!
Bem dito auto-controlo que me fez ter uma avaliação correcta!!! E lá acabei o jogo dentro da Ambulância de Socorro, a caminho do Hospital, com o meu menino!
E não me canso de dizer: maldito filho-daquela-senhora-de-características-rameiras que, não satisfeito com a vantagem no marcador, ainda provocou uma fissura na tíbia do "meu menino" que o faz ficar com gesso durante umas 2 semanas! Damn!!!

Bem dito almocinho da mãe que às 14:00 me caiu que nem ginjas!!!!

27.9.08

Pecado


Porque esta imagem me suscitou interesse.
Porque à primeira vista me fez lembrar a palavra "Pecado".
Porque ando numa onda pecadora...

25.9.08

Letras que encaixam neste momento #2


"Come
break me down, bury me, bury me. I am finished with you. Look in my eyes, you're killing me, killing me. All I wanted was you. "


(30 seconds for Mars- The Kill)

23.9.08

Não consigo evitar



Canta-me essa música ao pé de mim... vá canta... canta-ma com esse jeito que só tu sabes... e atreve-te a usar esse chapelinho... vá... atreve-te a cantar essa música tal como estás a cantar e ao pé de mim... e nem sei o que te faria... mas provavelmente nem responderia por mim meu bem..

21.9.08

O meu Domingo até as 13:30

Bem dita loja do Chinês aberta as 13h de um dia de domingo!!!
Bem dito tempo que insiste em contrariar o boletim meteorológico (trovoada? onde?)
E Maldito o homem bidente (sim, só tinha mm dois dentes!) que insistiu me abordou no meio da rua e insistia em perguntar-me se eu era ucraniana enquanto me agarrava num dos braços...
Bem dita força que ainda tenho nos meus braços (dei-lhe um safanão...)
Maldito tempo que perdi a explicar que o facto de ter um top amarelo não invalida o facto de o meu cabelo preto ser mesmo português!!!

Maldito tempo que perdi a contar a história à Paula, assim que cheguei a casa porque acabei por receber uma resposta como "realmente tens cara de ucraniana"!!! (já mas pagas)

20.9.08

Estou neste momento...

...with all my



18.9.08

Bacoradas #8

Uma Sr. Dona armada em conhecedora de português... e a falar dos programas tipo "Ídolos"
CV: Epah, aquelas vozes esganificadas...

Numa tarde complicada...
JM: Eu tenho olhos na cara e ouvidos nas orelhas!

E saudades que eu tinha de ir à faculdade??? Só hoje dava para encher o blog, eu é que não me lembro de todas...

O MP a falar de propinas:
A Egas vai sempre Moniz..
(Viram alguma relação? Eu também não…)

E como qualquer café que se preze na faculdade, no bar das cadeiras-cor-de-laranja, tinha de vir a conversa sobre... actos mais íntimos....
PP: ai na praia, é tão bom
CF: ei… a areia… blaghhh
PP: não até não...
IO: Ah usas sempre toalha quando estás na praia, né?
PP: nem sempre, mas quando não uso, não sinto areia nenhuma a incomodar
IO: Ah, então ele arreda-te a cueca para o lado, né?
PP: não, era de noite…
(Será possível que eu não veja nenhuma relação, again??)

A falar de carros:
CC: Ah, o arquitecto também tem um Toyota, mas não é da mesma marca…
(Eles lá lançam de cada marca... ou modelos?)

Pp: Bem isto parece uma colcha
IO: E é mesmo uma colcha comprada no gato fedorento…
Colcha ela era. O Gato fedorento é que andou a investir; o stand-up-comedy já não é o que era

Bacoradas #8

16.9.08

Conversas...

video

Porque até eu faço isto com conversas de encher-chouriços!
E aceno sempre de 5 em 5 segundos, numa de despistar qualquer tipo de desatenção no tema enfadonho que me quase obrigam a ouvir.

E cheira-me que vai acontecer mais cedo do que estou à espera...

14.9.08

Já viram???

E porque este fim-de-semana estreei as minhas chuteiras lindas lindas da Puma, tinha de vir deixar o testemunho (meio revoltado) dos dois jogos realizados...

Já viram uma Fisioterapeuta entrar em campo mais de 10 vezes? Não?
Já viram uma Fisioterapeuta correr quase tanto tempo como os jogadores em campo? Não?
Já viram uma Fisioterapeuta ser chamada pelo árbitro para entrar em campo, chegar a meio do sprint (quase sprint, vá) e dizerem-lhe que afinal não é preciso? 3 vezes? Não?
Já viram uma Fisioterapeuta ser chamada em campo porque um jogador estava deitado, queixoso há meia-hora e afinal era só um arranhão num dedo da mão? ou na perna? ou só porque tava sujo? Não????
É porque não viram o jogo dos Juniors C.D.Fátima - Loures.
Que ficou 3-0 só para que conste!

E quanto aos meus meninos mai fofos, mai brincalhões, mai loucos não tenho mesmo nada a dizer.
Só: já viram um jogo acabar com o magnífico resultado 19-0? Não???
É porque não viram o jogo dos IniciadosA C.D.Fátima - C.F.U. Coimbra!
Não admira que estas duas equipas tenham sido campeãs a época passada!

13.9.08

12.9.08

´Mé qué? Bora ao Aiwé, ou quê?

Pois é, de volta à terrinha.
E só depois de um belo serão (como quem diz até às 2 da matina) no "I love beer" e depois da conversa puxar para esses lados, é que nos demos conta que usamos expressões diferentes consoante a zona em que estamos. Inconscientemente!
E então, por aqui usa-se sempre o "´mé qué?" (como é que é?) para iniciar uma frase e o típico "ou quê?" para terminá-la. Ou então apenas para saber como é que está tudo "atããão?".
Nem damos por isso, mas quando nos chamam a atenção até irrita porque usamos as expressões sempre!
É que é mesmo verdade, e nunca me tinha apercebido. E chega-se a usar tudo na mesma frase e tudo! É que é uma salganhada... Será que alguém nos chega a perceber?! =)

Vou estar mais atenta, ainda tenho uma semana na capital para disseminar estas expressões... ahhah

8.9.08

Bacoradas #7

Uma conversa apanhada pela IH, em que a MJ falava ao telemóvel visivelmente irritada:
MJ: Tu? Tu mudaste de personagem, já não és a mesma! És uma personagem diferente...
(Ok, alguém ainda não se tinha apercebido que estava a viver uma peça de teatro. Ou será um Big Brother novo?)

Um colega de trabalho numa explicação muito complexa
HS: Como raio é que se fazem ovos estrelados sem omeletes?
(Eu não sei é como é que tu consegues fazer isso)

Uma conversa com a Kath no Msn:
Eu: olha, na 5ª vou sair com o RR...
Ela: maaaaaaaau!!! Mas esse não era pra mim? Aliás, pensando melhor... tu não eras pra mim?? cá agora esse, ficas sempre com os bons pah!
Eu: tu não me quiseste minha viagrista!
Fugiu-se-me a boca pra verdade se calhar, mas o que queria mesmo dizer era vigarista* mas até acabei por me sair bem.. ahhahah

7.9.08

Letras que encaixam neste momento

"But you and I, we live and die and the world's still spinning around. We don't know why!"
(Champagne supernova - oasis)

E veio-me de imediato à cabeça o pouco que se aproveita e que se leva desta vida...
E isso eu tenho de mudar! E isso eu vou mudar!
Farta de estar enrilhada em cordas invisíveis do ID, em time-bounds, space-bounds, social-bounds... Estou farta de ter limites impostos por mim mesma, farta de não seguir os meus instintos por pensar demais nas consequências...
E estou farta de estar farta...
E quero muito mais desta vida.

E não quero com isto dizer que só quero cometer loucuras. Apenas preciso de não me sentir amarrada, preciso de liberdade, coisa que EU não me permito ter. E, no entanto, tenho toda a liberdade!

Estranho? Apresento-te Eu: estranha!

dia de 48 horas

Ah pois, esta menina saiu do trabalhinho e foi até Lisboa visitar o seu pessoal mais querido: os amiguinhos de turma!
So,
It was a hell of a night!!

Chegada ao aeroporto com uma hora de atraso (o autocarro, não o avião...ahahah), a Kath pegou em mim e fomos directas a Santos... Uma bela jantarada no Orange, bem louca (mesmo o que andava a precisar)..
Seguidamente: Loft. Música, shots, pauzinhos que dão cor e... um pequeno contratempo. A nossa Kath andava a curtir a noite (demais!). Com o estômago já a dar horas, fomos ver se a Asae (ainda!) não tinha fechado a roulote de santos (e ainda não, é verdade!) e seguimos até casa do Miguel.. And It was a hell of a trip!! E era um mini a rasgar a noite, já nem sei a quanto, por entre estradas estreitas e estradas nacionais, com conversas/convites de baixo nível (mas de elevadíssimo interesse) e que acabaram por morrer ali, não fossem já 7 da manhã.

E eram 8:30 e a Paulinha já me levava ao Oriente onde apanhei comboio para Alverca. Ah pois, porque esta menina vai pra night, mas trabalha no dia seguinte!
E tive de perguntar a uma cara desconhecida onde ficava o estádio. Mas claro, como sempre, muito selectiva na recolha de informação, por isso um rapaz, bonitinho, dos seus 20 e poucos anos, estava perfeito. E com sorte ele até me levou mesmo à porta do estádio! Conversinha de calçada e em 10 minutinhos estávamos lá!
E os meus meninos chegaram num instante.

Após equipar, aquecer e sentar no banco com os suplentes... It was a hell of a Game!!! E marca um e marca outro e vai e não vai, mais uma lesão, mais uma falta, mais... enfim não fosse a equipa adversária composta pelos miúdos do Sporting e Benfica, provavelmente o jogo não tinha sido tão renhido. Acabámos por sair do campo com um 2-2. Nada mau rapaziada!!
E a viagem até Fátima foi simplesmente... brutal... foi uma terapia de riso com música, cantorias (Róoooxane!) e as conversa de miúdos de 14 anos que de tão inocentes se tornam tão divertidas.

Mas o melhor foi todo o convívio deste dia de 48 horas. A night com os meus comparsas de curso, meus miguinhos do culaxão! E o jogo com os meus miúdos mai fofos, mai brincalhões, mai loucos!

4.9.08

Just want to cry

Porque é que há dias em que só me apetece chorar?
Mas chorar com força, chorar até doerem os olhos de escorrer tantos sentimentos recalcados, chorar até dilatar todas as veias, chorar até me sentir exausta por contrair todos os músculos do meu corpo, chorar e gritar até não poder mais comigo, até não poder mais chorar...
Libertar esta insegurança que não me larga, que leva à raiva e incerteza... e que têm persistido.

Just want to cry myself to death...

E no entanto não me sinto triste.

3.9.08

Regresso às Aulas

Agora com o início de Setembro, com um novo Síndrome chamado de Stress pós-férias (onde, onde? mal as vi...), com as campanhas escolares e os anúncios em que escorrem cadernos, canetas e mochilas dos desenhos-animados mais in... é que me lembro que... eu já não tenho O meu regresso às aulas !!!!

Apercebi-me que já não vou voltar à minha vida de estudante (dura, dura, pobrezita).
O acordar depois das 10 horas.
O chegar à escola tipo 14:30 e... "café?"... "onde?"... "bar grande"...
O estar no bar-das-cadeiras-laranja, beber café, jogar às cartas com os caloiros, ter conversas de índole quase sempre íntimo e privado.. cof cof.. estar no bar-das-cadeiras-laranja, começar as aulas e ficar no bar-das-cadeiras-laranja, pedir as belas das tostas mistas ou dos donuts recheados e continuar no bar-das-cadeiras-laranja...
O estar nas aulas... onde nós combinávamos o jantar de curso, o jantar em casa do fulano, o jantar de aniversário do cicrano ou só porque jogava o Sporting ou só porque sim.
Os trabalhos de grupo que eram sempre feitos num estado de concentração máxima, fosse qual fosse o tema, e no local que maior concentração nos dava: o bar-das-cadeiras-laranja...
O depois das aulas em que passeávamos pelo Vasco da Gama ou íamos ao cinema ou íamos ao Real ou íamos para casa da Aida... ou íamos para a night (afinal, as aulas acabavam às 22h!)
Os jantares.. os Três Unidos, o Safari, o Real.. o Forno, oh boy, o Forno!!! Ou então aqueles jantares feitos lá em casa com o máximo de gente na cozinha, todos concentrados em abrir garrafas de Gazela (zebra.. cof) e um apenas concentrado a fazer massa com atum ou arroz com atum ou qq-coisa-com atum...
O Sofá em L.. ai o sofá em L... onde se reunia o pessoal, não só para esperar pelo jantar, para o depois do jantar, para as conversa até às 5, 6, 7 da manhã ou simplesmente para ver os programas mais estúpidos da MTV maliciosamente criticados pelo Márcio e/ou Delfim e sempre com uma nota aconchegante da nossa Ritinha Morais.
O CLIP... a esse nem me vou referir que o meu nível de nostalgia já se cruza com o de sensibilidade.. sniff snif..

As saudades de vocês pah!

E do meu regresso às aulas!!!!

1.9.08

Me, Myself and I #1

30.8.08

Nova freguesa cá de casa

Um amor.
Passeia-se altiva, sabe que é o centro das atenções cá de casa. Ninguém lhe resiste. Tem tanto de bonita como de meiga e de brincalhona.
Ela salta pelas costas dos sofás, morde a cauda da nossa Francisca (outra gata), enrola-se debaixo dos tapetes, salta para os bancos da mesa durante as refeições à espera que lhe calhe alguma coisa.
Põe-se em posição de esfinge quando está pronta para atacar, inclina a cabeça quando quer alguma coisa de nós, começa a ronronar quando quer mimos.
E eu não resisto a estar sempre a enfiar os meus dedos por baixo do pêlo macio dela e fazer-lhe cafuné (não que ela perceba o que é, mas para eu ir treinando também.. lool).

29.8.08

Bacoradas 6

A olhar para a gata (que tinha um lenço ao pescoço)
Pai: Pareces um pirata. Só te falta a mota!

E o meu coleguinha de trabalho hoje presenteou-me com:
- Vem lá comigo que é para eu ir contigo... (by RR)

E para terminar em beleza, o meu lesionado "preferido" esclarece-me com:
- Epah, está a doer-me na dor! (by Jogui)

Será possível...?

Que eu não consigo dormir???

"Rapariga de 22 anos procura mezinhas ou outro tipo de crenças antigas para resolver problemas de insónias. "


São 4:11 da matina!
Parece que voltei à minha infância: já não consigo fazer as noites completas e mais, para meu desespero, não é a minha mãe que se preocupa com isso, e não é com comer, mudar de fraldas ou por-me a arrotar que vai lá... Dou voltas na cama, passo pelas brasas, desperto, brasas, desperto, brasas... Pelo Amor de Deus!
Tou desesperada.... E arrumam-se os lençóis. E é virar de costas, barriga pra cima ou de lado. E é sentar na cama. E tentar novamente dormir. E depois quando está quase... desperta-se.
E depois, rangem-se os dentes, cerra-se os olhos, dilatam-se as narinas, fumega-se pelas orelhas e vem a sensação de que só aniquilando alguém é que nos sentimos melhor...

Uma ajudinha da vossa parte. Aceitam-se todos os tipos de truques (tal não é o desespero... algum há-de resultar)

26.8.08

I wish...

(...)
I wish that we could give it a go,
See if we could be something

I wish I was your favorite girl

I wish you thought I was the reason you are in the world
I wish my smile was your favorite kind of smile
I wish the way that I dress was your favourite kind of style
I wish you couldn't figure me out
(But you'd always wanna know what I was about)

I wish you'd hold my hand when I was upset
I wish you'd never forget the look on my face when we first met
I wish you had a favourite beauty spot that you loved secretly
'Cos it was on a hidden bit that nobody else could see
(...)

(Nicest thing, Kate Nash)

23.8.08

Tá a fazer um mês...

...que o meu Dom Pedro entrou na minha vida, este cavaleiro andante que me conquistou e por quem me apaixonei de alma e coração!
Já démos umas voltinhas juntos, já fomos tomar café, já fomos longe e já ficámos perto.
Tenho de confessar que de início me senti um pouco relutante. Cheguei mesmo a pensar que não tinha pedalada para ele. Não foi fácil. Ele não era igual aos outros.
Ele é mais novo, logo ele é mais agradável. Ele é mais moderno, logo ele é mais ágil. Ele é recente, logo ele tem o que os outros não tinham. Ele é muito giro, logo é muito concorrido. E ele agora é meu!!!!

E agora que o tenho, já não largo o meu Dom Pedro !

22.8.08

Conversas com a minha Avó (75 anos)

Avó (ao telefone): Ai filha, ando aqui aflita da boca. Fui ao dentista arranjar aqui uma raiz, ando mesmo aflita. Já hoje aqui chuviscou. Tão ali não sei quantos pessegueiros que não sei se chegam a dar um cento de pêssegos. E ele também anda lá a arranjá-los.
Mãe: ele quem?
Avó: o teu pai
Mãe: arranjar o quê?
Avó: os dentes, de que é que estou a falar!

I like to move it...



I like to move it, move it...
Se mereço um donut?? Ah pois! Dois!
Pssst psssst e também já merecia era uma entrada como a dos segundos 14 a 16 só por causa das tosses, só porque me apetece e só porque sim... Vais ver!

18.8.08

Verdade ou Mentira:

"No Amor e na Guerra vale tudo..."

16.8.08

Epahhh!

Está a chover. Alguém percebe que vou sair e ainda perguntam:
- Vais sair com esta chuva???
- Não, vou sair com a próxima...

Isso ou

Acabo de tomar banho e alguém:
- Tomaste banho?
- Nop... Está a chover no WC..

Mas melhor só

Quando estou deitada, olhos fechados, no sofá/cama e subitamente...
- Estás a dormir?
- Não! Só a treinar para morrer!