29.11.08

Época Natalíca

Já não é o que era.
Este ano, vieram-me com a história: "Pensa lá bem no que é que queres para o Natal, que não estou para te dar o que não gostas."
Vá, até certo ponto justifica-se, os tempos são de crise e oferecer algo inútil ou sem jeito não é bonito. Desperdício. É preferível receber o que se precisa do que o que se quer, quando os dois não coincidem, claro.
But... on the other hand, onde é que fica aquele efeito surpresa, aquele espírito de oferecer algo simples, sentido e que é a cara daquela pessoa?? Onde é que fica a piada de observar a cara de quem desembrulha a prenda, à espera de um sorriso ou esgar de surpresa?

Confesso que este ano nem eu sei o que é que preciso. Acho o dinheiro gasto em telemóveis um desperdício, por isso (mesmo recebendo sms curtas 15 min depois) ainda vais ter que durar mais uns tempos, ein? Talvez um perfume, que os meus tão bem no fim, já. Livros tenho uns quantos em lista de espera que o tempo é pouco. [num sei, num sei, num sei]
Outra conversa é o que eu quero, Vou já avisando que até pode vir sem laço... Ele que traga uma gravatinha só, pode???

28.11.08

Porra.....

Tenho aqui uma asneirona entalada nas guelas que se alguma vez chegar a sair rebenta com qualquer um...

Só por dizer que estou com uma azia do crlho

25.11.08

Conversas inocentes

Hoje durante o dia, uma colega minha estava a fazer tratamento a uma menina, de 13 anos com paralesia cerebral. Esta viu-me a bocejar e diz:

S - Isso é tudo sono?
Eu - É pois...
S - Não dormiste bem de noite?
Eu - Dormi pouco bem...
S - Tens filhos pequeninos?
Eu- Ahahah, não, não tenho.
S - Então porque é que dormiste pouco bem?
Eu - Podia ter dormido mais...
S - Então não tens desculpa.

22.11.08

Letras que encaixam neste momento # 5


"I know I don´t know you, but I want you so bad
everyone has a secret,
but can they keep it? Oh, no they cant."


(Secret, Marron 5)

Feel


A vida já nos rouba Sensações que chegue...

A vida são dois dias:

O dia de Hoje e o dia de Amanhã...

Hoje vai-se vivendo com calma, mas como não sei o que vem amanhã, é melhor aproveitar para fazer já tudo hoje... É que a vida são dois dias e o Carnaval são três...

19.11.08

Parte de uma equipa... Com Orgulho!!!

"Quando
os gansos
selvagens voam
em formação em V
eles fazem-no a uma
velocidade de 70% maior
do que se estivessem voando
sozinhos. É que à medida que cada
pássaro bate as suas asas, é criada uma
"sustentação" para o pássaro que o segue.
Quando o ganso que está no vértice do V fica
cansado, ele ou ela passa para trás da formação
e outro ganso voa para a posição de ponta. Durante
o voo, os gansos da retaguarda grasnam para encorajar
aqueles que vão à frente a manterem as suas velocidades. Os
gansos acompanham os mais fracos. Quando um deles fica doente
ou é ferido ou é abatido, no mínimo outro ganso sai da formação e
segue-o na descida, para ajudá-lo e protegê-lo. Ele permanece na sua
companhia até que ele possa voar novamente ou morra. Ele vai então em busca de outra formação ou integra-se ao próprio grupo. Sendo parte de uma equipa, nós também podemos utilizar adequadamente os recursos disponíveis para que o fruto do nosso trabalho ganhe em qualidade. Se tivermos senso de comunidade como os gansos, saberemos revezar-nos na execução das tarefas difíceis compartilhando uma direcção comum. Da próxima vez, ao ver uma formação de gansos voando, lembre-se que é uma recompensa, um desafio e um privilégio fazer parte de uma equipa."

17.11.08

Castanhas quentes e bouas

Não fossem os problemas gastrointestinais associados à "toma" da castanha e era mesmo nisso em que me enfrascava esta noite.. Em vez disso olha... a garrafa de Jerupiga já tá no fim...

16.11.08

Enlouquecendo


Junta-se o instinto, o desejo, o turbilhão de sentimentos e visões nubladas (quase ansiando que se concretizem). Aparecem imagens na minha cabeça... imagens enevoadas de corpos, suor, pele arrepiada, uma mão a passar pelos meus cabelos e um arquear de costas....
e pufas... não se faz (não se pode fazer ainda) o Chocapic (passo a publicidade)...
Só quero encontrar uma explicação nisto: deve ser porque o Pai Natal está a guardar do melhor para mim...

Anda lá, Pai Natal, sê um querido e aquilo que não ofereceres à Kath (ela pareceu-me um pouco exigente...) manda aqui para a je que eu não me importo nada, tá?

É que fico fodida


Quando me cortam as vazas... Irra!

Afinal sempre é verdade

Aquela coisa de os polícias perdoarem as raparigas por pequenas infracções do código da estrada... Não sei se por ser rapariga, não sei se por estar em cima de 10 cm de felicidade, não sei se porque apenas não lhe apeteceu pegar no bloco das infracções. Mas ainda bem que me poupou ...

Ora hoje não parei num STOP, estava com pressa e, depois de simplesmente abrandar, segui como se nada fosse e cortei para um estacionamento. Quando saí do carro, reparei num GNR que atravessava a estrada.
E eu olhei-o: um rapaz novo que, apesar da farda um pouco ridícula era muito bem parecido. Apesar do ar de quem toda a gente lhe deve e ninguém lhe paga, estava "sexy". Nem me lembrei do STOP. Ele dirigia-se a mim. Fez-me sinal. A certa altura cheguei a pensar que era o meu dia de sorte (é mesmo triste como é que esta aproximação de um rapaz bem parecido me fez esquecer que não parei no STOP!).
E eu nem vou postar aqui o modo seco e sem graça que ele usou para me dizer que "abrandar é diferente de imobilizar totalmente o veículo"... As minhas pernas tremiam que nem varas verdes em cima dos meus 10 cm de felicidade só de imaginar a multa que teria de pagar. Mas o monólogo (sim porque acho que um diálogo supõe mais do que uns sons emitidos por mim) acabou com um "Vamos a ver se isto não se repete. Passe muito bem"
Depois disto, o modo seco do GNR a jeito de repreensão tornou-se uma ordem para a vida de como os STOP´s deixaram de ser só mais uma regra que se devia quebrar.

14.11.08

Momento ZEN

Recebi uma encomenda no trabalho e passei 15 min a rebentar as bolhinhas do plástico envolvente... Quase que me sinto outra...

12.11.08

Odeio cebola

E o bacalhau com natas que a minha mãe faz tem tanto de bom, como de custoso a comer...

(sim, tiro a cebola todinha!)
Parece que a nossa nova freguesa cá de casa jaz na cova de um dente da pitbull do vizinho...

9.11.08

Geração XXI

Sabem usar um computador, têm MP3 e iPod´s, fazem downloads sem parar e conseguem descortinar coisas que eu levei certamente mais tempo a fazer (usam blog´s, sacam filmes e legendas e músicas e vídeos e convertem tudo isso no formato que querem)...

Mas sabem eles decidir as suas coisas importante pelo Pim-pu-ne-ta? Sabem jogar ao Mamã-dá-licença? Sabem o que é a Macaca? Saltar à corda? Jogar à bola, vá... Não sei não...

8.11.08

Saudades...

Já sentia falta do CLIP, da noitada, da loucura, das cusquices, de todos vocês!
Saudades...

- De ir à faculdade apresentar um trabalho para três professoras que não me olharam durante os 20 minutos, receber um beijo lambuzado da coordenadora de curso, tentar reprimir um "WTF??!!" e tentar decidir se "Para ti está bem 18?".
- Pôr as cusquices em dia com a C., a L e a P (o resto do CLIP) no bar-das-cadeiras-cor-de-laranja.
- De seguida ir ao cinema do Vasco da Gama ver um filme (007) e assistir uma guerra pública quase no final do filme porque os pés do Sr-X estavam na cadeira da Sra. da frente.
- Decidir ir jantar ao um restaurante Japonês/chinês e percorrer 4 Km em 1h20minutos!!!! O suficiente para entreter o pessoal dos carros ao lado com a nossa afinada cantoria de "I´m yours" ou "come on, come on, and tell me why you´re staring...", trocar olhares estranhos com quem nos apetecesse, e números de tlm com o rapazinho do TT (nem sabes o que perdes, pah!).
- Ir para o Number Two, atrasadas para variar, arranjar lugarzinho mesmo à frente do bar e pôr a conversa em dia aos berros, por causa da música.
- Discutir as 5 magníficas horas de "acção" da P. (supostas, eu não sei, apanhei a conversa a meio!!!) entre Ponchas e tremoços, e tentar descortinar se afinal serão mesmo 5 horas, ou minutos, ou coiso...
- Dançar, dançar, dançar até doerem os pés e até as pestanas ficarem mesmo muito pesadas...
- Chegar a casa da Kath, formar o nosso ninho de amor! e sentir saudades já antes de sair de tua casa!!!

Casal Garcia - Despe e Siga

7.11.08

AMANHÃ! (ou daqui a umas horas, vá...)

Não que amanhã seja um dia especial... mas OH BOY....
Apresentação de investigação, acabar a licenciatura (já não era sem tempo)... not a big deal... mas Oh boy!!!!
Quero muito ver o CLIP reunido outra vez... quero muito ver os restantes coleguinhas de turma. Quero ir jantar convosco, ir ao Number 2, às ponchas, ás loucuras de ruas, pôr as cusquices em dia, como antes... viver demais numa noite ... quero quero...
´Cause I´m feeling like this for too long

4.11.08

Frase do dia

"Oh Inês, vira-te lá pro outro lado que tenho um maroto para consertar."

(By RR, 15 anos, Juvenis, durante o tratamento ao tensor da fáscia lata e costureiro)

Olha o que me foram dizer!

Diz que tive de ir fazer umas análises para a medicina do trabalho. Diz que tive de colocar líquidos meus num frasquinho. Diz que já chegaram os resultados. E olha o que me foram dizer!
Então esta menina tem o colesterol alto (lá se vão as queixadas da mãe Bela) e... a glicémia baixa! Ora então, para o bem da minha saúdinha, posso muito bem comer disto
e melhor que comer isto é comer sem sentir (tantos) remorsos! Não vá eu acabar por desfalecer num local onde não possa ser socorrida, não é...

(Epah, sinto mesmo a falta dos brigadeiros da minha Aida! Não há como os teus, gaiata!!!)

3.11.08

Letras que encaixam neste momento # 4


"I'll show you mine if you show me yours first,
Let's compare scars, I'll tell you whose is worse
Let's unwrite these pages and replace them with our own words
(...)
So let's pack our bags and settle down where palm trees grow"

(Swing life away, Rise Against)

Bacoradas # 10

Eu, já embaraçada... "Vamos mudar de tema de assunto, por favor"

Eu: Não consigo telefonar
Ele: Não atende?
Eu: Acho que não tenho rede...
Ele: Então olha... só dá para lhe ligar com sinais de fumo!

Mas agora sim, seguidamente segue o best off dos meus coleguinhas de trabalho.. Um caso a discutir é se sou eu que denoto algum pleonasmo persistente nas conversas deles ou se eles têm medo k os outros sejam mesmo muito burros... Sou mesmo feliz onde trabalho!!!

HL: "eu gostaria de ver se um dos ferros do material de osteosíntese se dirige com direcção ao ilíaco..."

HL: "Tive cá a horas. Um bocado atrasado, mas a horas!"

HL: "Nada não falha!"

HL: Não me deste as agulhas.
AS: Pois foi. Esqueci-me mas lembrei-me.
(Sempre útil, lembrar que se esqueceu depois de se ter esquecido.)

LF: Deve ter sido erro de engano.. (err.. quem é que erra por querer?)

1.11.08

Relax..


A Vida já é dura o suficiente

Halloween

Saí do trabalho. Peguei no carro. Coloquei uma musiquinha e fui dar uma volta. Apenas eu e o meu D. Pedro.

Volteei vezes sem conta e tentei ocupar a cabeça. Sim, que hoje me dei conta de que ela está vazia. Deixo arrastar as coisas com a desculpa da ocasião, não tomo decisões ou recordo momentos. Quanto às emoções estas ficam com o coração que me obriga a vivê-las.

Estacionei e obriguei-me a pensar. Não "na Vida" mas num propósito qualquer, simplesmente pensar e exigir-me a ocupar a mente nem que fosse com o mais escusado dos pensamentos.

Ouvi mas não escutei a música que passava na rádio no momento. Olhei para o horizonte mas não vi o que me rodeava. Não tomei decisões, não recordei momentos.

Mas de uma coisa estou certa: elas andam aí… Ah Bruxas do crlh que me andam a arrendar a caixa craniana! Isto não é uma daquelas abóboras escavacadas com velinhas por dentro, ok?!