30.6.09

Só para avisar...

... que a partir de amanhã vou estar pelos Algarves a pôr a pele-cor-de-neve ao sol, a dar de banho às varizes, a fazer caminhadas na praia, a correr para a cervejaria a todas-as-santas-19-horas para a hora-do-alcoólico-anónimo, a comer sardinhas all the time, a descansar, descansar, descansar... Não me canso de repetir o mesmo...

E de vez em quando, durante a noite, ir à praia sentar-me na areia e ver o mar durante algum tempo. Pensar em mim. Arrumar os pensamentos nas prateleiras adequadas.

29.6.09

Tired

28.6.09

Só para deixar uma nota...

... amigos, os bombeiros não são a Santa Casa da Misericórdia.
Portanto, posto isto, a próxima vez que me fizerem levantar da cama às 7:00 por causa de uma dor de dentes, não vão ver a Quase Eu só com azia... Vai ser pior, muito pior. Vai haver repercussões gravíssimas (e eu já tenho um mau acordar...). Portanto ponham-se a pau e chamem apenas quando houver muito, muito, muito sangue, sim?

PS - este é um post claramente "bardamerda pah!"

27.6.09

Michael Jackson - Um Rei Caído


É deste Michael (na foto) que me vou lembrar.
Grande cantor. Grande dançarino. Adorei os seus álbuns e vou lembrar-me sempre da "Black or White", "Beat it" ou "Billie Jean".
Tinha os seus defeitos, como qualquer outra pessoa, mas lembro-me perfeitamente de que qualquer um dos seus vídeo clip tinham um apelo à sociedade.
E mais, tinha cá um cenário este senhor!!!!
Tenho mesmo pena que o seu trabalho tenha ficado por aqui, porque sei que ele conseguia e ia dar-nos muito mais.

24.6.09

São João

Aqui a terrinha da Je (sim, a Lombo d´Égua) é a organizadora das festas de São João daqui da zona santa.

E lá fui eu a pé (coisa de 5 minutinhos a abanar as varizes) e comi uma bela de uma sardinhada como bem convém, e, no grupo de amigos, lá se beberam umas grades de minis. E aí é que ela impeça! É que a cerveja mexe com o meu problema crónico de TB (tiny bladder) o que me fez ir várias vezes à WC, àquelas descartáveis tão características da semana académica...
Foi uma sensação degradante, uma pessoa só quer ir fazer um xixizinho e sai a pensar em questões filosóficas que perturbam o fluxo urinário... Como raio é que uma coisa tão pequena tem lá dentro uma sanita e urinol! (praticamente suspensos no ar, mas tinha!) e mais, quase apalpei tudo às escuras porque nem luz por perto havia, mas para quem sempre quisesse havia um espelho de (quase) corpo inteiro por detrás da porta! Haja quem queira retocar o batom ou o rímel numa WC descartável... E finalmente, havia três suportes para papel higiénico, mas dele nem vê-lo e eram só onze da noite...

21.6.09

Compras ou sexo?

Hoje, num daqueles programas manhosos que dão depois do telejornal, passou uma reportagem (se assim se pode chamar) acerca de um estudo realizado (e coloco as minhas dúvidas acerca da cientificidade desse estudo) que revelou que as mulheres dividiam os seus gostos entre compras e sexo. As conclusões foram muito equitativas.
Ora muito me ri eu acerca deste "estudo". Quase denotei alguma dúvida na cara dos jovens quando lhe perguntavam se a parceira gostava mais de sexo ou de compras quando um jovem tem a coragem (haja tomates) de dizer com cara inocente "hum... ela gosta de fazer compras..." (medo, muito medooo jovem, não te aprumes não...)
Isto tudo porque depois de me rir tanto, por pensar que a minha escolha era óbvia, acabo hoje o meu dia a pensar que vou ter de colocar as minhas próprias dúvidas acerca disto.
É que ao tempo que aqui a Quase Eu está parada que quase lhe perdi o "sabor"! Vai daí, à falta de poder comprovar a minha decisão, tive de me refugiar nas compras. Única e exclusivamente. É mais ou menos como querer saber se gosto de chocolate ou baunilha e só poder provar baunilha.
E não é que acabei por sentir um ténue orgasmo com as compras que fiz hoje (das quais as sandalinhas lindonas da foto!)? É que foi uma masturbação do Ego!
Vou ter de viver com isto. E eu até gosto de baunilha, mas é apenas um consolo-extra até aparecer o chocolate.. Poor me...

20.6.09

Das oito da manhã até agora perdi 3 Kilos em suor. E o dia ainda não acabou... E é este o caminho para ser uma mulher feliz...

America´s Best Dance Crew II

Podem não ser os melhores, mas esta coreografia é realmente a mais sensual.
(Não quero que seja interpretado de forma alguma, mas...) os homens como cães à nossa mercê?? Uuuii... boa jogada. Ficou espectacular e sensual.

17.6.09

Local de trabalho

Num local de trabalho existe sempre:
- aquela pessoa que é um pouco menos inteligente (não burra, vá);
- aquela pessoa que é de compreensão lentaaaa;
- aquela pessoa que é anti-social;
- aquela pessoa que mete o bedelho em tudo;
- aquela pessoa que tem problemas de comunicação (como quem diz que faz algumas intriguices);
- aquela pessoa que interrompe quase todas as conversas para perguntar "O quê?", "Onde?", "Quem?" tantas vezes quantas as necessárias para que os outros se calem e lhe respondam;
- aquela pessoa que diz sempre "sim" e que se corta SEMPRE à última da hora.

Pois bem, no meu local de trabalho eu tenho UMA pessoa que tem essas características TODAS. Tipo 2 em 1. E vou ter de viver com isso.
Não é que eu não me tente abstrair disso, mas ao fim de (quase) um ano com ela, torna-se... irritante. Um pouco, vá... mas mesmo assim, irritante... puh-lease

Dizem que hoje vão estar 30ºC...

... hum... eu estou cá para ver... e estou armada!

15.6.09

AHHHh crlh, é que sou c****

Sou gaja de ser um bocado parva. Estúpida vá.
Dou tudo de mim em tudo o que faço e, muitas das vezes, isso é-me mais prejudicial do que propriamente benéfico.
Quando entro numa coisa é a valer, a doer, é para dar certo!
Mas às vezes acabo por sentir que estou a ultrapassar o limite do que devia fazer. Não do que podia, porque eu posso dar tudo de mim, mas o limite do que DEVO. Nunca o faço na expectativa de receber algo em troca, faço com prazer. Mas o que acontece é que, normalmente, recebo. Mas recebo atitudes que doem, magoam. Atitudes que à partida já doem, e depois do esforço aplicado, então doem a duplicar. Acabo por sentir que o meu esforço é infrutífero.
Nunca disse "não" a quem precisa de mim, para desabafar, por ter problemas pessoais, ou problemas físicos. Estou sempre lá. Preocupo-me. Ajudo. Faço tudo para que a pessoa melhore.
E quando precisei de ajuda, fiquei a pé.
Olho para o panorama e penso: "What the hell?? Mas eu fiz algum mal para receber isto?". Naaa. Over!
O mais engraçado é que tudo acaba sempre da mesma maneira. Igual. O que me leva a pensar que tudo se repete.
Não quero saber mais. Então é assim que vou continuar.
Não é vingança ou rancor.
Vou só deixar de ser c**** (o suficiente) para sair das coisas sempre a sofrer.
Enough is enough!

14.6.09

Digam lá que não foram uns queridos??


* olhos tapados para esconder a identidade destes queridos que me ofereceram um miminho (não é por não serem umas caras larocas, é para evitar que sejam perseguidos pelos paparazzi)

13 de Junho

A mim, a mim, a mim



Uma bela jantarada, com os amigos à séria. Em que eu, sim, eu, confeccionei toda a alimentação que estava em cima da mesa. E o menu: take away apresentado nas belas taças de alumínio tão característica desta refeição típica. Uuuuu e o semi-frio de morango (vá, este sim, todinho feito por mim!)
A prenda mais adequada (ou não): um livro "Xau-xau penico" com efeitos sonoros e tudo!
A prenda mais original: a tanga rosa-bebé assinada pelo pessoal.
Castelos, ginjaaaa!!! Mais umas conversetas e risotas.
Estava-se bem na rua, uma aragem quente que nos envolvia. Uns "pós" no ar, o céu estrelado. O vento que nos queria juntar.
Episódios de 3:30 da manhã com cães rafeiros (e eu a tremer que nem varas verdes).
E a melhor prenda.....

10.6.09

Mais desolada que isto não há

Uma facada no coração. Olhei, vi, chorei.
Fiquei destroçada quando me aproximei dele e me apercebi do que se estava a passar. Tanto carinho depositado nele para depois chegar à sua beira e ver que tudo por que sempre lutei está a ir abaixo passo a passo, risco a risco.
E depois fico deprimida e coloco em causa se tudo aquilo que fiz por ele alguma vez terá sentido, se nos levará a um bom caminho, se vale a pena!
E o pior é que eu sei que a culpa não é dele, nem minha, ou seja é de outrém! Isso é o que mais me aniquila a alma!! E apesar da minha consciência estar tranquila sei que existe aí alguém que anda a gozar com os meus sentimentos e a fazer com que eu o veja com outros olhos, cada vez menos bonito para mim.
O esforço em tê-lo sempre meu, impecável e a brilhar.
E agora vejo-o com uma pequena mossa (que me parece enoooorme) de um qualquer filho-de-um-chasso-velho-de-características-rameiras (que no mundo automóvel só pode ser de uma roulote das que vende bifanas ou carro de mão) que me riscou o Dom Pedro!

8.6.09

Não está aquele tempo. Não.
Mas a Quase eu tem esta semaninha de férias e uma vez que não dá para ir para a praia (por causa do tempo e de uma pequenina constipaçãozinha) vai aproveitar na mesma.
Vou ali à esplanada beber café, passar a tarde com amigos, fazer umas compras de última hora. Descansar. Vamos às compras para o jantar e depois para casa dos enfermeiros fazer o jantarinho, beber umas garrafinhas e conversar até doer.
Já volto, sim?

4.6.09

Bardamerda para ti

Até o S. Pedro anda desorientado... Parece aqueles adolescentes maluquinhos de hoje em dia que não sabem o que querem, ora é calça justa com a bela da pala do ténis para fora, ora é calça largueirona cheia de buracos. Ora é azul, ora é amarelo.
Ora é um phopho, ora é um c**** do caraças ao nos tirar os dias de sol que aqui cairam que nem ginjas na minha bela pele cor de inverno (sim, estou à espera de mais sol para para passar à pele cor de verão)
Ora fáxabôr de se orientar na vidinha que isto tem que ser pão/pão-queijjo/queijo. Venham dias equilibrados de sol e calor, sim? Fáxabôr.

Nova etapa do processo "despejo da Quase Eu de casa"

Hoje o meu pai chega a casa e diz:

Pai - Que é isso no nariz?

Quase Eu - ahhhahh

Pai - Opah, tirem-me deste filme, se faz favor! (mãos quase na careca a tentar perceber onde errou na minha educação para eu chegar a casa com um piercing - bem giro - na minha narina esquerda)

Bacoradas # 12

Num dia só, esta alma consegue-me dizer três coisas que batem o record da estupidez. Era de lhe passar um atestado de burrice ou quê?...

LH - o gajo sufocou mesmo! Estava roxo como a cal...

LH - è engraçado dia 10 do 10 de Outubro (exacto...)

LH - estava rijinha como uma esponja.

2.6.09

O meu momento ZEN


CAFÉ
+
Jornal
+
Aromas
(os melhores minutos - solitários - do dia)

1.6.09

Já chega de falar de futebol...! Mas lá vai ter que ser mais um...

...porque diz que estas coisas se entranham em nós (e é verdade!)
Vivi intensamente a época desportiva do C.D.Fátima desde as camadas mais jovens às séniores. E por isso ainda estou a vibrar com a sensação de saber que os meus "meninos grandes" são campeões nacionais da II divisão.
O C.D.Fátima torna-se o terceiro campeão nacional da época (sendo o primeiro o FCPorto da I liga e o Olhanense da II liga).
Merecemos tudo!

Porque cada um é gigante na equipa

Porque jogamos muito, com garra, com suor, com força de vencer

Porque choramos cada pequena falha como se fosse uma derrota anunciada
Porque vivemos cada vitória com alma de campeões
E por isso iniciámos a época desportiva com garra, com vontade, a dar tudo por tudo, tudo ou nada. Para elevar novamente o clube aonde ele não deveria ter sequer saído. Enfrentámos o touro pelos cornos

E chegámos, conquistámos e vencemos! Porque somos grandes! Temos mais de 2 metros cada um!