30.11.09

O meu corpo agradece

Depois de três aulas de dança, os meus abdominais já me disseram que existem e a minha boa disposição voltou em carga! Afinal, o que dizem sobre o exercício é mesmo verdade... dopaminas, serotoninas... essas coisas existem mesmo.
Então, agora mesmo me espera uma aula de Jump. Corpinho, aqui vou eu! Depois logo me agradeces!

29.11.09

Salvem o Salvador

Ora pois tenho a dizer que se não salvarem o Salvador, vou reivindicar pelos meus direitos de assistente assídua dos Ídolos. Quero o moço no espectáculo a sério ou então recuso-me a sintonizar a SIC durante dois meses! Ou então vou percorrer as ruas de Lisboa até encontrar o Manel e espancá-lo se não o passarem!!! Ah, e já agora a brasileira também só porque não vou muito com a pinta dela.
Ai que vou, vou!

Pronto, ok, posso não ir, mas vou ficar deveras tristinha se não o tiver lá... Mas pelo menos tenho de ter a Inês e o Filipe, para compensar o Salvador, tá?!

28.11.09

Update futebolistico

Não, não venho falar do "grande" derbi de logo à noite.
Aqui a Quase Eu tem sido uma desnaturada e não tem dado os devidos updates dos meus meninos iniciados a futebolistas...
Ora então cá vai. Temos andado a lutar quanto podemos, mas a coisa não tem estado nada fácil. Quando não são goleadas feitas por adversários claramente mais fortes que nós, há roubos escandalosos pelos árbitros. Quando não temos o azar de falhar os remates à baliza, temos o azar do nosso guarda-redes não estar nos seus dias e lesionar-se quando já não há substituições... Ele há com cada coisa que até eu (quase) me benzo antes de entrar no relvado, a ver se a coisa corre bem ao pessoal para eles levantarem a moral.
O que eu acho que eles estão mesmo, mesmo a precisar (que é como quem diz, que sou mesmo, mesmo eu) é do mês de paragem que aí vem... Oh boy, a minha alegria faz parecer que recebi uma prenda de natal daquelas mesmo boas: quatro fins-de-semana seguidos, sem jogos, Já nem sei bem por onde começar com os planos que aí se avizinham... [a esfregar as mãos e a rir desalmadamente]

25.11.09

Almocinho do bom

Foi hoje. No festival de Chicharos de Santa Catarina da Serra...

Ainda por cima depois de duas horas intensas de [hip-hop]. Caiu que nem ginjas.

24.11.09

A New Old Me

Não fujo aos problemas, pelo contrário, enfrento-os de frente. E procuro sempre enfrentá-los. O que eu preciso é de falar. Falar com quem me magoa. E a partir daí as coisas tornam-se mais leves. Hoje, finalmente!, consegui. E agradeço por isso.
Depois de ultrapassada esta fase da minha vida, renasço outra. Com as desilusões do passado incrustadas em mim. Com os erros a rasgarem-me a pele. Com as vitórias a engrandecer-me.
Sem rancor, sem desconfiança, sem a alma enrugada.

Hoje nasce A New Old Me.
com determinação nas minhas lutas, com paixão na minha vida, com classe nas minhas perdas e ousadia nas minhas vitórias.

23.11.09

22.11.09

E porque a minha vida não tem só coisas más...

Rescaldo do Magusto: kilo e meio de castanhinha assada, uma garrafa de vinho verde e uma garrafa de vinho verde tinto, para quatro! Assim mesmo é que foi!


E ontem mais uma jantarada digna de se registar. Sim, porque a minha vida não pode ser só de "ai, ai, tou tão triste", "ai, ai que me deram mais um pontapé no cu", por isso rebentámos com tudo!
Uma jantarada excelente com ossinhos do espinhaço, petingas, queijo e maçã e oregãos, enchidos grelhadinhos e taliscas fritas só para entradas. Seguidas de peixinho-do-bom e escalopes de vitela com molho de marisco.
Tudo isto acompanhado com uma serenata improvisada e regado com muito, muito, muito Casal Garcia (que eu não sou cá menina de água. Se fosse preciso até vinha a pé, mas recusar Casal é que não!)
E mais uma noitada até ás tantas da manhã a curtir da festa-da-garrafa-de-água, que é como quem diz, morangoscas para a frente, que garrafas de água são prós meninos! E que mais venham que eu preciso é destas noitadas!

20.11.09

Fodido, fodido é quando nos dizem que precisam de estar "sozinhos" quando querem dizer "não quero é estar contigo". Isso é que é fodido. Porque se fosse para estar sozinho também se separavam dos outros amigos/As. Como não sou burra, entendi.

18.11.09

A minha única distração

Hoje de manhã estava assim:

Agora está assim:
O que vale é que amanhã vai haver magusto-do-bom em casa do pessoal (muito atrasado, mas a intenção de comer as castanholas é que conta!), sem jerupiga que a Quase Eu gosta é de vinho verde. Pode ser que assim me liberte da tensão de ir apanhar o arroz ou ordenhar as vacas que dão leite de chocolate ou colher as penas das partes baixas dos patos... Isto de só ter a agricultura como distracção faz-me ficar isaurida da vida... pffff...

Mais um aniversário...

De um grande, grande amigo. Daqueles amigos para os quais vale mesmo, mesmo a pena pôr mãos à obra porque ele merece uma prenda como deve ser.
E este mereceu 28horas completas de trabalho árduo para lhe fazer uma prenda (mesmo handmade, original e única)... O produto final foi espectacular...
Parabéns amigo!

17.11.09

Ora então...

se é desprezo que mereço...

... é desprezo que recebo.

15.11.09

" A Apanha da Azeitona

Por-se a pé de manhã cedo,
E acender a candeia.
Comer o resto da ceia
E seguir p´ro arvoredo.
Subir às árvores sem medo
com toda a atenção que tenha,
Para que ao chão não venha
Mais depressa que subira,
É a maneira mais gira
Ao começar a campanha (...)" (Manuel Inácio, Valores da Natureza)

Reli hoje este teu poema, perdido num dos livros que escreveste.
E chorei.
Porque foi a apanhar a azeitona que nos deixaste.
Feliz, bem sei, que sempre foste dado aos "Valores da Natureza".
Deus te tenha, tio.

15.11.2009

Letras que encaixam neste momento # 14

"You're never gonna be alone
From this moment on
If you ever feel like letting go
I won't let you fall
You're never gonna be alone
I'll hold you 'till the hurt is gone"

(Nickelback, Never gonne be alone)

13.11.09

Sexta-feira 13 é sinónimo de...

- um dia escuro e chuvoso e irritante e sem fim;
- dia solitário;
- dia cheio de azares;
- dia em que me sinto manipulada pelo homem mais manipulador de todos os tempos (fraca, fraca... tss tss)

Depois do que se soube ontem

Segundo dia de trabalho e mandam-me para casa...

Logo hoje que eu preciso é de ocupar a cabeça

Gripe A

E hoje acabo o meu primeiro dia de trabalho com a mais bela notícia.
Ontem fui visitar uma das minhas meninas do CJP II ao Hospital de Leiria. Muitos beijinhos e abraços, que eu não sou cá de ir só ver. Quero é dar mimos com fartura. Sou uma beijoqueira nata, não é...
Hoje sei que ela tem Gripe A.
Eu bem me parecia que este mal estar geral e estas alucinações vinham de algum lado...

11.11.09

Ora então...

O mundo não acabou.
E amanhã volto ao trabalho e acabou-se a boa vida.

E o C.D. Fátima ganhou ao Marítimo (2-1 em casa).

10.11.09

Frustrada!! De que vale reunir esforços para agradar? De que vale, quando afinal pareço mais incomodar do que agradar? Pior, sou ignorada com frases secas e condescendentes. Quase me sinto uma pedra no sapato.
Assim sendo, chega. Os problemas dos outros não são os meus.

A indecisão no fim do mundo

Portanto um "vidente" foi ao programa mais conceituado da televisão portuguesa, o programa do Goucha, alertar que dia 11.11.2009 às 11h00 (amanhã, portanto) o mundo vai sofrer uma catástrofe e bláblá de sismos e tempestades e fogos e bláblá que o mundo vai quase, quase acabar.
O único sítio do mundo onde se vai estar a salvo é o calvário ,em Fátima (que conveniente, um sítio em Portugal, para onde o "vidente" português se pode facilmente deslocar), qual Vaticano, qual quê!
Tendo em conta que em Fátima está sempre a chover enquanto que nas terreolas à sua volta está sempre a fazer sol, não sei bem como é que aqui a coisa não vai sofrer de tempestades-e-o-que-quer-que-vá-acontecer-para-o-mundo-sofrer-uma-catástrofe....
Portanto, e uma vez que é o último diazinho de férias deste ano aqui da je, vou estar deveras dividida em:
- ou fazer aquilo que nunca fiz mas que devia fazer antes de ter a morte à frente dos olhinhos;
- ou plantar raízes no calvário, a ler o jornalinho e a beber um cházinho de caramelo, à espera de ver o que é que de tão estranho vai acontecer ao pessoal que não teve este dia de férias...

7.11.09

O pai gosta de cozinhar

Mas eu odeio que ele cozinhe. Chamem-me burra, ingrata, parva, mas não gosto do pequeno (tiny, tiny, tiny) rol de receitas-à-base-de-peixes-e-derivados-com-molhos-sobretudo-à-base-de-cebolada e, principalmente e sobretudo porque eu tenho de fazer de babysitter do menino:

- Onde está o alho?
- Na terceira gaveta, dentro da tuperware.
- Onde? não vejo...
- Está aí.
- Ajuda-me aqui que não estou a ver.
[faz-me levantar para lho ir dar à mão]
- Só há estes 4 dentes de alho?
- Só há esses. Logo vamos às compras.
- E agora?
- E agora, se não há mais, usas esses que chegam bem. Se não vais comprar e voltas.
- Epah, mas isto é pouco. Vou arranjar outra coisa.
(...)
- Onde está a salsa??
[And so on, and so on...]

Tirando este tipo de diálogo para todos os ingredientes da magnífica receita-à-base-de-peixes-e-derivados-com-molhos-sobretudo-à-base-de-cebolada, deixa sempre o tacho ao lume, ou o tabuleiro no forno e liga-me de 5 em 5 minutos para saber se o menino já tá a ficar coradinho...

Planos furados

Uma mulher aperalta-se, pinta as unhas, arranja o cabelo, perfuma-se.
E depois os planos saem furados.
O que é que uma mulher faz? hum? hum?
Mudança de planos. O que está feito nunca se perde.

6.11.09

Pois, o Paulo Bento demitiu-se, não é...

Mas nem tudo está perdido. Vemos partir um grande homem que conseguiu aquilo que ninguém conseguiu no SCP. Apesar de todas as controvérsias ele lutou, ganhou, venceu, superou e fez mais do que muitos naquele clube.
E agora que partiu, é com orgulho sportinguista que tenho a dizer que este homem deixou muito por nós. Deixou de fazer risco ao meio e espero que, pelo menos isso, se mantenha pela integridade e moral de todos os sportinguistas que o acolheram!

5.11.09

Pêga-que-pariu a TPM

Rabugenta, irritadiça, mal-disposta, implicante, aborrecida, mal-humorada, resmungona, sensível (fora dos limites da normalidade)... uma bomba-relógio, portanto. Merdas de gaja.
Vai na volta e acabo por pensar que afinal até sou uma moça normal.

3.11.09

O meu pai nunca me disse

mas eu vou um dia dizer às minhas filhas e netas:
"meninas, por mais perdidas que estejam, nunca ouçam os conselhos de um homem sobre assuntos de orientação [condução]. Sempre que disserem esquerda, vira à direita"