25.2.10

Casamentos

Epah pronto, sem pachorra. Muito menos quando é de alguém mais novo que eu, que vi mais pequeno que eu e com quem cheguei a passar férias do Verão e tudo.
Nada contra, casem-se para aí novos que o país precisa de casalinhos-de-fresco com vontade de procriar.
Epah, mas a boda... a boda.. é algo dispensável. Isso é coisa para os pais irem e representarem a família. Pelo menos até o rapaz dizer à minha mãe "ah, não se esqueça, faço questão que a Quase Eu vá..."
Merda.

3 comentários:

Kath disse...

Parece que não te safas dessa :P Ou então, como menina crescida e independente que és, dizes que tu fazes questão de não ir e de aproveitar melhor o teu tempo nesse dia e pronto, está o assunto resolvido. E se a tua mãe for como a minha, fica chateada por uns tempos mas depois passa-lhe :P

Beijo***

quase Eu disse...

Kath - ou então vou desfrutar de um dos meus melhores vestidos e ver se lá encontro o enfermeiro ;)

Alguém disse...

ahaha Pensa assim: roupinha nova!!! :-D