18.4.11

E chove

Para assentar a alma, cheia de promessas, de certezas, de pontos. Um dia acordamos e vemo-nos sem inconsistências. E agora?
Agora chove. É outra certeza.
Chove para mostrar a certeza de cada gota no meu rosto, no meu corpo, no meu cabelo escorrido de água, nos teus braços que me envolvem. Gosto de te ver a certeza na cara. Debaixo de chuva.

2 comentários:

S* disse...

Pode ser apaixonante... a chuva.

pling a lot disse...

provavelmente vai escorrer com a água

a con tece