25.11.12

Não bastava andar depré

Quando cheguei ao Gato Preto já não havia cadeirões para ninguém, portanto a paixão morreu ali, quando entrei e os vi substituídos por puffs...
Além disso, e só para ajudar um pouquinmho, descubro que a nossa primeira noite de Natal como casados vai ser passada separados. Ele vai salvar vidas e eu vou ficar sozinha a olhar pró pinheiro a piscar (isto de encontrar luzinhas para a árvore...)
E depois uma pessoa não tem razões para andar depré????

Sem comentários: