3.1.13

Deviam existir leis... mas das boas

E uma que devia ser obrigatória era "Não podem existir relações íntimas entre pessoas que trabalham no mesmo serviço".
Tou farta de ouvir o mesmo macaco (colega meu) a gritar com a mulher (que é só a minha chefe) cada vez que lhe apetece. Ou porque a chefe deu razão a uma pessoa que simplesmente tinha razão. Então toca de gritar com a mulher. Porque a chefe lhe pediu para fazer algo que simplesmente é sua função. Toca de gritar com ela. Porque a chefe o chamou a atenção de chegar meia hora (meia hora!) depois da hora de entrada. Toca de gritar com a mulher.
 
E ninguém pode dizer nada. Porque são marido e mulher e não convém meter a colher. Eles que se resolvam. Ela tem legitimidade para fazer tudo aquilo e ele é um cabrão desmedido. Enfim. Essa era uma lei válida. No meu simples modo de ver.

Sem comentários: