2.8.14

As férias acabaram.
A licença está mesmo no fim.
Sou a pessoa mais deprimida que existe!
(A ecoar na mente com o som a diminuir: deprimida, deprimida, deprimida, deprimida...)

...
Não, não sou -.-´
Sou uma sortuda que teve uma filha linda, que teve a oportunidade de ficar com ela 5 meses e de usufruir toda a sua evolução com ela, sem precalços. Não me posso queixar.

...
Mas queixo! Quero maaaais, quero ficar com ela até ela ir para a faculdade e não me deixar ir com ela para a entrada da escola! buahhhh


...
Ok, menos, controla-te (tabefe mental)
Sniff.. que turbilhão de sentimentos.
Aproveitei ao máximo a licença, teve a chover no início quando não convinha sair de casa. Teve bom tempo depois quando ela já deixava sair. Fui para o café quase todos os dias fazer sala e ler revistas cor-de-rosa (como se fosse uma viciada), andei a pé, passeei sozinha. Não me lembro de nada que devesse ter feito/aproveitado mais e que não o tivesse feito. 
Mas... queria mais. Mas também sei que está na hora de cortar desta boa-vida e fazer-me à vida (nãaaaaaaoooooo....) como pessoa responsável que sou (nãaaaaaaoooooo....).
Ainda por cima sei que tenho seis semanas de trabalho árduo (cof) e que depois estou de férias..


...
Ok, se calhar não estou deprimida, estou mesmo com algum distúrbio qualquer de personalidade.

3 comentários:

ML disse...

Ai que eu não quero deprimir mais mas no meu caso custou-me tanto o regresso!
Mas esquece, tu vais ser daquelas fortes! E tudo vai correr mesmo bem!!! E 6 semanas passam a voar e depois férias outra vez! :))

Beijinho!

Patrícia Armanda Novo disse...

Força prima! És uma mulher de personalidade forte e vais superar este desafio! Beijinho grande

quase Eu disse...

Obrigada meninas!