30.12.14

O Natal já passou

Este ano foi cá em casa, no quentinho que a piquena não anda famosa para andar na rua depois da meia noite.
Foi um Natal produtivo. 
A piquena recebeu muitas prendinhas que lhe agradaram. E a mãe também.  
Isto de ser mãe muda muita coisa e se o título de "mãe" serve para nos levantarmos de madrugada para dar mamoca, serve também para facilitar a escolha do pessoal em termos de prendas: alguém decidiu que as mães gostam de pijamas polares. Até não faz mal. Mas no mesmo ano receber 3 pijamas polares deixou reservas para os próximos 10 anos.  Enfim,  este ano foi diferente e o pessoal teve pena desta mãe e foram muito fofinhos. Prendas poucas mas bonitas, fofinhas, supé-lindas!


Mala e toalha de mesa da mãe,  pack Friends do marido, gola e vernizes da mana.


Oferta muito fofinha do marido: as nossas ftos em forma de coração,  em vidro 1mx1m. Só para eu deixar de dizer que o homem não é romântico.  

Quanto às prendas da criatura, ainda estamos para descobrir as influências que terão na sanidade mental da mãe.  Senão vejamos:
- uma lagarta,
- um piano,
- um telemóvel, 
- uma máquina fotográfica, 
- uma andarilho,
- uma quinta com animais,
- um comboio, 
- um telefone...
todos eles tocam. Músicas.  Algumas menos irritantes, outras que repetidamente se tornam insuportáveis. Outras com m nivel sonoro que os colocaram de parte (escondidos algures entre o limbo e alguma constelação ainda por descobrir).

Ah e a primeira prenda da piquena E. para os papás: uma bronquiolite. 

1 comentário:

João Dias disse...

Pack Friends? GANDA MARIDO!!!