26.1.16

Gostava de gostar de correr

Gostava muito.
Já fiz aulas de grupo, já fiz aulas de dança. 
Já corri. Porque assim me obrigaram. Mas não gostei.
As nalgas tremem-se-me pelas pernas afora, as mamas tocam-me no queixo, tudo em mim abana e fico muito constrangida em correr porque acho que me vêm a derreter pelas calças a baixo.
Já me desafiaram para correr e estou muito tentada a acompanhar mas tenho vergonha. 
Pronto. 

21.1.16

Ano de viragem

Algo me diz que este 2016 será um ano de viragem, um ano de finais e de começos, um ano de coisas novas.
No trabalho já está tudo a mudar. Vamos ver se o meu feeling bate certo.
Daqui a um ano falamos

13.1.16

Ele: Tenho uma coisa nos dentes...
Ela: Se quiseres tenho fio dental.
Ele: Uuuuuuu...
Ela: Não. não desses. Hoje é mesmo cueca-à-velha!
Ele: Uuuuuu... Sexo-vintage...

10.1.16

Ano Novo... Vida Nova?!

Resoluções de Ano Novo nunca vêem tarde, pelo que, dez dias depois, cá estão elas:

- Fazer o meu curso de Terapia Manual Analítica (que só acaba em 2017) com muita elegância, sem grandes alaridos (de cansaço, de "já estou farta de ir pró Porto!", de muito estudo);

- Alimentação saudável, ou, pelo menos, de menos ingestão de açúcares (que ainda me é difícil resistir);

- Fazer uma viagem dentro de Portugal a um sítio ainda não visitado, com acesso a literatura de turista e tudo (coisa que faço para os países da Europa e que, tristemente, não faço para o meu próprio país);

- Ler mais, ler muito mais. No que toca a livros, posso dizer, vergonhosamente que comecei um há um ano e ainda não o acabei. Recebi um livro no Natal, pelo que este ano (e contando que vou fazer o meu curso) acabar o que comecei e ainda ler o que recebi no Natal me parece uma meta bastante agradável.

4.1.16

Está a começar por ser um ótimo ano!