22.1.17

Dona de casa desesperada

Apercebo-me que à minha volta todos falam na dona-de-casa que têm. Ou isso ou uma mãe se,mpre presente para passar a roupa a ferro.
Serei a única ama que não tem empregada?
A sério que me dava um jeitaço!
Entre consultas até tarde, ter de lidar com a miuda que me ocupa imenso tempo, fins-de-semana e algumas noites de voluntariado, um homem que só está comigo 3horas (a correr bem!)... acumulam-se tarefas que têm de ser feitas aos poucos cá por casa: a roupa cresce até eu perder uma tarde de um qualquer fim-de-semana, o jantar que é sempre feito a correr (porque odeio estar na cozinha e porque tenho sempre pressa), lavar roupa e arrumar roupa, ...

Mas depois penso em alguém a vaguear-me pela casa, que não me pertence, e perco a vontade de pensar em pedir a alguém para tentar organizar o pouco de vida útil que tenho.

Sem comentários: